Saudade é o corpo ardente que sente calafrios por quem não veio, e que permanece vazio ao mesmo tempo em que cheio...

Paulo Cesar Coelho

A mulher é a poesia que todo poeta sonha fazer.

Áudios

EU SOU AQUELA...
Data: 03/10/2013
Créditos:
Autores:
Paulo César Coelho
Germano Ribeiro

Interprete:
Cristina Paiva.
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


    Eu sou aquela...
http://www.pcoelho.prosaeverso.net/audio.php?cod=57841
 
Eu sou aquela
Que nunca reclama,
Que você pode ter
Quando quiser
 
Eu sou aquela que
Fala baixinho:
Sou seu pão molhadinho
No café
 
Eu sou aquela que
Você procura,
No frio, querendo
Esquentar o pé
 
Eu sou aquela que
Tarde da noite,
Você se esfrega
E chama de mulher
 
Eu sou aquela
Que você arranha,
Que chama de perdida
E de qualquer
 
Eu sou aquela que
Mostra o beicinho,
Se você diz que
Vem -“quando vier”
 
Eu sou aquela que
Chega à loucura,
Quando você me faz
Um cafuné
 
Eu sou aquela
Rosa sem espinhos,
Que você vem colher
Direto ao pé
 
Mas quando
O tempo mostra
 A sexta-feira
 
Volta pras mãos
Da verdadeira...
 
Fim de semana
Então se foi...
 
Eu sei que você
É o que bem quer,
 
Pois faça tudo
O que quiser
 
Segunda volte
Pra nós dois...
 
Eu sou aquela
Que você quiser...
 
 
 
Enviado por paulo cesar coelho em 03/10/2013

Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Todos os textos estão protegidos por Lei. Caso precise usá-los, para fins didáticos educativos, por favor, faça contato: paulopoetacoelho@bol.com.br Sites: www.pcoelho.prosaeverso.net www.luso-poemas.net/modules/news/index.php?uid=1012