Saudade é o corpo ardente que sente calafrios por quem não veio, e que permanece vazio ao mesmo tempo em que cheio...

Paulo Cesar Coelho

A mulher é a poesia que todo poeta sonha fazer.

Áudios

No Bar do Gilson...
Data: 15/10/2013
Créditos:
Autores: Paulo César Coelho
Germano Ribeiro
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


No Bar do Gilson
Áudio - http://www.recantodasletras.com.br/audios/cancoes/58042
 
 
 
Malandro
Eu que sou do samba
E carrego uma história
Sempre pra contar
 
Se liga nessa nova prosa,
Eu sei, que dessa vez
Você vai se esbaldar
 
Passei lá pelo
Bar do Gilson, doutor
De tanto que ouvi falar,
 
Segundo Paulo
Batuqueiro doutor,
O samba foi morar por lá
 
Provei do caldo de feijão
Meu doutor,
Iguaria lá do Cafubá
 
Poeta lá é bom de samba
Doutor,
Sambista sabe prosear
 
O samba corre solto
À noite por lá,
E vai até o sol raiar
 
Esqueça de qualquer
Problema, doutor
Se manda
Lá pro Cafubá
 
Olhando o céu de
Brigadeiro, doutor,
Que faz a noite
Despertar
 
O brilho das estrelas
Raro esplendor
Tristeza
Nunca vai chegar
 
No toque da viola
O surdo
E o pandeiro,
O samba
A gente vai cantar
 
Só sei que sexta feira
Agora doutor,
De novo eu vou
Passar por lá
 
 
Enviado por paulo cesar coelho em 15/10/2013

Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Todos os textos estão protegidos por Lei. Caso precise usá-los, para fins didáticos educativos, por favor, faça contato: paulopoetacoelho@bol.com.br Sites: www.pcoelho.prosaeverso.net www.luso-poemas.net/modules/news/index.php?uid=1012