Saudade é o corpo ardente que sente calafrios por quem não veio, e que permanece vazio ao mesmo tempo em que cheio...

Paulo Cesar Coelho

A mulher é a poesia que todo poeta sonha fazer.

Textos

RISO INSANO
RISO INSANO...
           Paulo Cesar Coelho


Quando o meu corpo já estiver cansado
A memória encontrar-se vazia, a vontade em ti,
Acabar! Ainda assim, restará comigo,
Resquícios dos teus encantos, lembranças
Das tuas fantasias...

Quando num canto qualquer
Eu estiver jogado num quarto sombrio
De um asilo amargo, como um louco
Gritarei por ti, mesmo que não me lembre
Mais do teu nome.

Ainda assim, estarás comigo em pensamento,
Num canto triste do meu riso insano e, no último
Suspiro desse meu momento.
paulo cesar coelho
Enviado por paulo cesar coelho em 12/11/2016
Alterado em 09/12/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Todos os textos estão protegidos por Lei. Caso precise usá-los, para fins didáticos educativos, por favor, faça contato: paulopoetacoelho@bol.com.br Sites: www.pcoelho.prosaeverso.net www.luso-poemas.net/modules/news/index.php?uid=1012