Saudade é o corpo ardente que sente calafrios por quem não veio, e que permanece vazio ao mesmo tempo em que cheio...

Paulo Cesar Coelho

A mulher é a poesia que todo poeta sonha fazer.

Textos




A culpa que rondava o coração
Já não me acompanha mais!
O medo que se escondia na coxia
Botou a cara no palco da vida
E, quando as cortinas se abriram
Esbravejou – Não quero mais!

... E tudo acabou!
O medo, as culpas já não estão em mim,
O meu coração se encontra em festa
Minha alma antes tão deserta
Agora caminha em paz.
paulo cesar coelho
Enviado por paulo cesar coelho em 18/04/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Todos os textos estão protegidos por Lei. Caso precise usá-los, para fins didáticos educativos, por favor, faça contato: paulopoetacoelho@bol.com.br Sites: www.pcoelho.prosaeverso.net www.luso-poemas.net/modules/news/index.php?uid=1012