Saudade é o corpo ardente que sente calafrios por quem não veio, e que permanece vazio ao mesmo tempo em que cheio...

Paulo Cesar Coelho

A mulher é a poesia que todo poeta sonha fazer.

Textos


PATRIMÔNIO NACIONAL
Por: Paulo César Coelho

Quando um prédio particular cai ou é incendiado, as autoridades mesmo que devagar quase parando, apontam sempre um ou mais culpados. O ministério público os julgam e os condenam com multas e/ou com penas que variam em de acordo com o estrago que o fato produziu.

Entretanto, quando o prédio pertence aos brasileiros, e que por isso, administrado pelos agentes públicos brasileiros, autoridades públicas do Brasil, jamais as causas são encontradas, jamais alguém é responsabilizado, julgado ou condenado pelo prejuízo causado à nação.

O pior de tudo, é que tudo continuará acontecendo da mesma forma, com os mesmos descasos, com a mesma incompetência e com a mesma ganância corruptiva. Se o nosso pais fosse constituído de pessoas sérias, consequentemente teríamos políticos sérios. Sim, porque não se enganem, os nossos políticos não vieram dos Estados Unidos, do Reino Unido ou França, tampouco fomos buscá-los em Marte. Eles são sim, nada mais nada menos que, a imagem espelhada das características, ao menos, da maioria do povo brasileiro.

Vieram do povo, por isso, todo descaso, toda ignorância, toda incompetência com o patrimônio público e com a vida do povo, é sem dúvida, antes de os políticos, culpa de todos os brasileiros. Por isso, uma sociedade em decadência só poderá apresentar para as próximas eleições, candidatos decadentes, incompetentes, e que, os mais esclarecidos tentarão em vão, descobrir qual o menos pior dos piores, que irão “representá-los”.

Pessoas continuarão morrendo de fome, de doenças perfeitamente tratadas, de balas perdidas e de muitas outras achadas, até que lá do fundo do poço, a maioria da população brasileira grite: Chega! É hora de emergir da lama que nos encontramos, para sermos uma nação de verdade! Só assim, teremos políticos de verdade! Políticos comprometidos com o bem-estar de todos, com a ordem, com o progresso e com a prosperidade.
 
 
 

 
paulo cesar coelho
Enviado por paulo cesar coelho em 04/09/2018
Alterado em 04/09/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Todos os textos estão protegidos por Lei. Caso precise usá-los, para fins didáticos educativos, por favor, faça contato: paulopoetacoelho@bol.com.br Sites: www.pcoelho.prosaeverso.net www.luso-poemas.net/modules/news/index.php?uid=1012