Saudade é o corpo ardente que sente calafrios por quem não veio, e que permanece vazio ao mesmo tempo em que cheio...

Paulo Cesar Coelho

A mulher é a poesia que todo poeta sonha fazer.

Textos


Sou o que não sou!

Não sou rascunho de nada!
Cópia de uma identidade rasgada

Borrão no papel em branco.

Não sou animal em fuga, na face
Não sou a ruga, do sorriso
O dente quebrado.

Não sou barco à deriva
Do peixe, não sou a isca
Da pipa, não sou cerol.

Não sou o tempo
Não sou a vida
Tampouco a morte
Da alma ferida.

Viajo pelos ventos…
Sou pólen, sou flor
Sou a semente
Que cobre o teu ventre
Se lhe tenho amor.

Sou apenas, o que não sou!

Alguns acertos, pouca vaidade
Sei ser pequeno sem ser ingênuo
Sei ser forte sem ser covarde.
 
Paulo Cesar Coelho
Enviado por Paulo Cesar Coelho em 21/09/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Todos os textos estão protegidos por Lei. Caso precise usá-los, para fins didáticos educativos, por favor, faça contato: paulopoetacoelho@bol.com.br Sites: www.pcoelho.prosaeverso.net www.luso-poemas.net/modules/news/index.php?uid=1012