Saudade é o corpo ardente que sente calafrios por quem não veio, e que permanece vazio ao mesmo tempo em que cheio...

Paulo Cesar Coelho

A mulher é a poesia que todo poeta sonha fazer.

Textos


Máquina Singer

 

Cresci meio aos retalhos

Das cortinas amontoadas

Que minha mãe cortava

Para enfeitar as casas dos outros.

Meus calções eram folhagens

Que tapavam as bobagens

Que a vergonha pensava esconder.

Brincava no quintal da casa

Correndo para todo lado

Feliz com a nova roupagem

Feita dos cortes sobrados

De estofados que nunca sentei.

Ainda me lembro daquela cena

Tão linda! Minha mãe sentada

À frente da velha máquina Singer

Eu, ao seu lado pequenino ainda

Brincando com os botões encapados

Alguns coloridos usados para adornar

Os tecidos, e ganhar a vida.

 

Paulo Cesar Coelho
Enviado por Paulo Cesar Coelho em 10/11/2022
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Todos os textos estão protegidos por Lei. Caso precise usá-los, para fins didáticos educativos, por favor, faça contato: paulopoetacoelho@bol.com.br Sites: www.pcoelho.prosaeverso.net www.luso-poemas.net/modules/news/index.php?uid=1012